domingo, 16 de outubro de 2016

Travessia Cobiçado x Ventania

Um verdadeiro desafio!

Panorâmica do Pico do Cobiçado - Foto: Roberto Bessa


Início da trilha - Foto: Roberto Bessa
     Olá pessoal, essa semana fomos na conhecida Cobiçado x Ventania, sempre quis refazer essa travessia e agora depois do pequeno contra-tempo que tive, esse foi um bom regresso às trilhas mais longas! A trilha exige um pouco, principalmente pra quem rompeu um músculo da perna (eu), mas nada impossível de fazer! A travessia se inicia no cobiçado que já descrevi aqui a um tempo (clique aqui pra ver), mas vou descrever mais uma vez mais detalhadamente ok.
     Você obrigatoriamente não precisa ir de ônibus, mas lembre-se que é uma travessia, ou seja se você deixar o carro no início dela depois vai ter que andar até o carro por isso prefiro ir de ônibus ok. A subida até o cobiçado é feita num local chamado "Três Pedras" no bairro do Caxambú (Petrópolis), a subida pela rua é um dos pontos mais desgastantes, e prepare-se para enfrentar o sol diretamente nas suas costas.
Subida do Cobiçado
Foto: Roberto Bessa
     O início da subida é na rua à direita da igreja onde o ônibus vai te deixar, suba a rua sempre pela principal até chegar uma espécie de pracinha ou viradouro, continue subindo até ver uma casa com um muro de pedra à esquerda, entre na rua à esquerda que já é de terra, siga em frente. A estradinha depois de um tempo parece que vai desaparecendo, mas esse é o caminho mesmo ok. Num determinado ponto surge à esquerda a placa indicando a travessia, pronto, a partir daí você já está no início da travessia.
     Subindo a trilha (que é super bem marcada), a primeira impressão é que você subirá pela mata, não se engane, é um trecho curto e logo após passar por ele, você irá subir direto com o sol nas suas costas, então leve protetor solar e um chapéu! Repare bem num veio de água, esse veio nem sempre corre água, depende da época do ano (se tiver água), é a sua única chance de encher o cantil, depois não tem mais água em lugar nenhum da travessia ok.
Cobiçado - Foto: Roberto Bessa
     Suba a trilha até o cume do Cobiçado, chegando lá, pare, faça um lanche reforçado, descanse e reabasteça suas energias admirando a belíssima paisagem do cume. Para seguir a travessia, continue andando até o outro lado do cume onde tem uma pedra grande, a continuação do caminho é do lado direito dessa pedra que tem uma setinha pintada, por uma crista e a sua frente você consegue avistar um paredão que é uma outra crista que liga até às torres do Morin. Siga a trilha e logo você chegará a um espaço bem largo, olhando atentamente para o sul, você vê um totem que indica a quilometragem, ele está em cima de um morrote, é pra lá que você vai ok!
Cobiçado - Foto: Roberto Bessa
     Depois de passar esse morrote, você irá seguir para o pico dos Vândalos, que é o ponto mais alto da travessia com 1740 metros de altura, a subida é feita pela mata fechada, mas a trilha é bem marcada e tem setinhas pintadas em árvores e pedras, não tem como se perder, basta ter uma bom censo de direção ok. Antes de chegar no pico dos vândalos, você irá passar uma área boa para acampamento, uma boa pedida pra quem gosta de acampar. Com o tempo aberto, você consegue ver a Baia de Guanabara e Agulha Itacolomi, a agulha conseguimos ver, mas o restante não, infelizmente.
     Para seguir na travessia você deve pegar a trilha da esquerda, virando a Leste, mas preste atenção e tome muito cuidado pois a trilha segue bem na beira da crista, tenho um abismo à sua direita, passe com cautela ok. A sua frente, você vê a pedra do Diabo, a trilha contorna a pedra pela esquerda, fique atento pois algumas passagens estão expostas, e na metade existe um trepa pedra que deve ser vencido com muita calma e atenção. Depois de contornar a pedra, a trilha entra na vegetação e segue até um outro trepa pedra que também não é complicado de vencer, mas atenção ele fica à direita e dá acesso ao Tridente.
Saindo do Cobiçado para travessia
Foto: Roberto Bessa
     O Tridente não tem um cume propriamente dito, mas essa foi sua ultima subida do dia, siga na óbvia trilha até chegar num dos trechos mais complicados que é a descida do Tridente. Você tem que quase fazer um rapel com as cordas que estão no caminho, desça com muito, mas muito cuidado, a descida depois de vencida entra num lindo trecho de mata, siga sempre na principal e mais a frente surge uma óbvia trilha à esquerda, siga por ela subindo levemente até chegar numa linda crista com a vegetação baixa e a vista das torres do Ventania.
     Chegando no Ventania, pegue a trilha à esquerda próximo à torre, a descida é fácil e rápida. O ponto de ônibus é bem próximo a entrada da trilha, basta você descer a rua após sair da trilha. Infelizmente não tivemos como registrar o trecho final pois descemos à noite e debaixo de chuva leve, então esse finalzinho vou ficar devendo à vocês ok, mas prometo trazer numa próxima oportunidade ok!
     Bom, espero que vocês gostem de nossas fotos e se animem a fazer essa travessia, porque vale muito a pena! Então, boa caminhada, boa diversão!!!


Cobiçado x Ventania - Foto: Roberto Bessa 
Mochileiro da América - Foto Ernani

Travessia Cobiçado x Ventania - Foto: Roberto Bessa

Placa no meio da travessia - Foto: Roberto Bessa

Névoa durante a travessia - Foto: Roberto Bessa

Trepa pedra ao lado da Pedra do Diabo - Foto: Roberto Bessa

Trepa pedra ao lado da Pedra do Diabo - Foto: Roberto Bessa

Descida do Tridente com corda - Foto: Roberto Bessa

Crista antes do Ventania - Foto: Roberto Bessa

Video: