quinta-feira, 12 de abril de 2018

Review Mochila Crampon Tech 77 Trilhas e Rumos

Uma mochila excelente para viagens e acampamentos:

Foto: Roberto Bessa

     Olá pessoal, essa semana trago pra vocês a mochila Crampon Tech 77 da Trilhas e Rumos que é uma excelente mochila tanto para uso em montanha, acampamentos e viagens, devido sua construção e seu tamanho. Segundo o fabricante ela comporta até 15 Kg de carga mas tenho certeza que é apenas um valor de segurança pois com certeza comporta bem mais que isso.
Foto: Roberto Bessa

Foto: Roberto Bessa

     Externamente ela tem um conjunto bem harmonioso, possui um bolso médio e um pequeno na frente, pontos de amarra para mosquetões, fitas de compressão na parte inferior e abertura para a parte inferior interna da mochila.
Foto: Roberto Bessa

     Nas laterais elas contam com fitas de compressão, bolsos com elásticos para transporte de garrafa de água ou itens menores e bolso expansível (vide o vídeo) que se se transforma em dois bolsos grandes. 
Foto: Roberto Bessa

Foto: Roberto Bessa

     Na parte de trás além das alças reguláveis que são bem confortáveis, ela possui barrigueira com ajuste e acolchoamento, fita peitoral para ajudar na distribuição de peso e equilíbrio e também um bolso na tampa (bem amplo). As alças tem várias regulagens e é quase impossível não achar uma posição que acomode bem a mochila em você (não importa o tamanho que você tenha).
Foto: Roberto Bessa

     Ainda sobre a tampa da mochila, além de possuir um bolso externo, possui um bolso interno excelente pra levar dinheiro e documentos que precisem ficar bem protegidos. A tampa é regulável pois a mochila possui uma extensão de 20 cm. Na parte interna é bem simples e funcional, ela possui lugar para o recipiente de água, e um saiote que divide a mochila em 2 compartimentos (o que é bem útil em situação de viagens e até mesmo grandes jornadas) podendo assim acomodar melhor as cargas.
Foto: Roberto Bessa

     No mais, achei a mochila muito bem construída, com bastante divisão facilitando a distribuição e organização da carga. É muito confortável mesmo quando cheia ou pesada, e muito fácil de regular com o sistema Quick fit da Trilhas e Rumos. É uma excelente compra pra quem ama acampar ou mochilar por ai. Espero que tenham gostado, até a próxima postagem! 



Link do site Trilhas e Rumos 

Confira:

Conheça nossa página no Facebook

Venha fazer um curso conosco:

Venha fazer um curso de fotografia conosco, info: (24) 9 8124-2079

Oferecimento:

Mr Mountain Adventure
Rua Visconde de Itaboraí, 581 - Valparaiso - Petrópolis RJ
(24) 2231-2477


sábado, 7 de abril de 2018

Secretário x Anápolis

Uma caminhada em zona rural bem interessante que une dois caminhos que já conhecemos!

Porteira na entrada abandonada da fazenda - Foto: roberto Bessa

     Essa semana resolvemos conhecer um novo trajeto que é bem interessante, com apenas 20 Km é uma caminhada que une o caminho que vem do Vale das Videiras até secretário (RJ 123 Estrada para Avelar) e o caminho que percorremos quando saímos de Sardoal para Anápolis (Estrada do Rio Acima), a novidade fica por conta da estradinha que sobe logo após aquela ponte de madeira que já falei aqui em postagens passadas.
Estradinha - Foto: Roberto Bessa

Ruínas da fazenda - Foto: Roberto Bessa

Foto: roberto Bessa
     
     Saímos de secretário, entrando no Country Club e seguindo a estradinha, você vai passar a escola, depois uma mercearia e depois de passar por algumas fazendas e sítios chega a tal ponte de madeira que a gente passa quando vem do Vale das Videiras, porém agora você pegará a estrada subindo à sua frente ok.
Escola (parece abandonada agora) - Foto: Roberto Bessa

Trecho final de descida - Foto: Roberto Bessa
     Antes de pegar essa estrada subindo, uma boa dica é parar no ponto de ônibus bem depois da ponte e fazer um lanche bem reforçado antes de continuar. Até esse ponto você já andou aproximadamente uns 8,5 Km e ainda vai encarar mais uns 11,5 Km pela frente.


Chegando na ponte de madeira - Foto: Roberto Bessa
Ponte de madeira - Foto: Roberto Bessa

Ponto de ônibus, bom pra descansar - Foto: Roberto Bessa
     Subindo a rua começa uma paisagem que nunca vimos antes, não tem errada ai, siga subindo um trecho depois é só alegria, a descida é bem agradável com uma bela vista à sua direita. Existe um ponto de abastecimento de água na descida, fique atento caso sua água esteja acabando ok. A água é potável, pode ficar tranquilo, e caso ainda esteja com água no cantil, você pode molhar o rosto e os braços que vai te ajudar bastante à refrescar.
Subida da rua à sombra - Foto: roberto Bessa

Vista descendo a estrada - Foto: roberto Bessa

Água potável - Foto: Roberto Bessa

     Acabando a descida, à direita você verá uma casinha abandonada, isso marca que você está bem próximo da segunda ponte. Próximo à ponte existe outro ponto de água, mas esta não é potável ok, muita atenção nisso! Tem um banco que você pode usar pra dar mais uma boa parada, até ai você já fez 11 Km aproximadamente.
Casinha abandonada - Foto: Roberto Bessa

Chegando na ponte - Foto: Roberto Bessa
     Atravessando a ponte, siga para direita até chegar às ruínas, aí pegue o caminho à direita novamente seguindo pela Estrada do Rio Acima, à partir desse ponto vocês já conhecem bem o caminho (se acompanham nosso blog sabem por que já descrevi várias vezes aqui ok). Bom, quem conhece sabe que depois que passamos das ruínas da antiga fazenda e da igrejinha já está bem próximo. Passando da entrada de Sebollas, falta menos de 20 minutos até chegar Anápolis.
Foto: Roberto Bessa

Foto: Roberto Bessa

Ruína da antiga fazenda - Foto: Roberto Bessa

     Bom, foi a primeira vez que fizemos esse trajeto, particularmente gostei bastante e espero que vocês tenham gostado também, vou deixar aqui nosso wikiloc da caminhada caso queiram fazer. Não esqueça de levar bastante água e um lanche reforçado, é uma caminhada longa e em dias quentes ela fica exaustiva, mas vale muito a pena! Espero vocês na próxima aventura!!!
Chegando ao final - Foto: Roberto Bessa

Igrejinha no final da caminhada - Foto: Roberto Bessa

Ninho bem interessante - Foto: Roberto Bessa
Visite o wikiloc da caminhada, clique aqui.

Vídeo:


Conheça:

Conheça nossa página no facebook
Venha fazer um curso de fotografia conosco, inscrições abertas:
(24) 9 8846-0253 Thais / (24) 9 8124-2079 Roberto

quinta-feira, 22 de março de 2018

Comprei uma mochila, mas porque ela não me atende?

 Gastei uma fortuna com uma mochila que não me atende bem? Como evitar isso?

     É bem mais comum do que deveria ser a pessoa comprar uma mochila e ela não atender as necessidades que você busca, isso acontece por falta de conhecimento e pesquisa por quem vai comprar a mochila. Existem alguns modelos que podem atender a mais de uma atividade, outros vão atender melhor a uma atividade em específico, então vamos conhecer as diferenças!
Montanhistas no Morro Açu - Foto: Roberto Bessa

     Pra quem pratica montanhismo e costuma acampar nas montanhas, vai precisar de uma mochila com mais pontos de amarras para o isolante térmico, para barraca e saco de dormir. Já para quem viaja e pretende ficar em hostel já não vai precisar de mochila nem muito grande e nem com tantos pontos de amarra. Pesquisando para escrever essa matéria achei no site da Deuter e no site da Curtlo uma coisa bem bacana, onde você pode colocar as atividades que você realiza e o próprio site escolhe as mochilas que vão te atender melhor.
Site da Curtlo onde você pode escolher o tipo de atividade
e ele te direciona a mochila ideal

Site da Deuter que também te direciona para  a mochila de acordo
com as atividades que você realiza 

     Outros sites de outras marcas não tem essas opções, então vou sugerir algumas opções pra você aqui:

Mochilão (viagens):
     Para viagens você com certeza vai precisa de mais volume do que qualquer outra coisa, ainda mais se sua viagem for um pouco mais longa vai precisar de uma maior. Para viagens de 15 à 30 dias uma mochila de até 50 litros vai te atender muito bem, vai algumas sugestões pra você:
Quechua Apernaz 40 - Simples e funcional

Caminhada 50 Trilhas & Rumos
Forclaz 40 - robusta e mais completa

Com uma pegada mais urbana é ideal para cidades grandes
Crampon 50 Trilhas & Rumos

Ideal para viagens que variam entre centros urbanos
e áreas mais rústicas - Hightlander 50+10 Curtlo

De uso misto e com 45 litros ideal para pequenas viagens
Vancouver 45 Guepardo

     Para os viajantes que passam mais tempo em suas expedições ou viagens e mesmo assim preferem ficar em hostel vai minhas opções aqui:
Com estilo rústico a robusta Crampon 60 é uma ótima opção
que a marca Trilhas & Rumos oferece

O diferencial dessa mochila é que possui uma mochila de ataque
acoplada na frente - Transglobe 78 Trilhas & Rumos

A maior mochila da Trilhas & Rumos, a Crampon 92
oferece muito espaço para vários dias de viagem

Quechua Forclaz 70 é ideal para viagens longas

Elbus 60 da Guepardo, possui muitos bolsos e facilita
ao usuário ordenar seus pertences


     Essas opções acima coloquei opções para aquelas pessoas que preferem ficar em hostel ou até pousadas, onde vão carregar mais roupas e objetos pessoais. Mas sempre existem aquelas pessoas que preferem acampar, e para isso o ideal é que a mochila tenha pontos de amarra para o isolante térmico ou outros objetos. Geralmente essas mochilas vão servir também para acampamentos em montanha ou trilha:
Crampon Tech 65 Trilhas & Rumos

Montanha 75 Trilhas & Rumos

Crampon 80 Trilhas & Rumos

Crampon Tech 72 Trilhas & Rumos

Mountainer 50+10 Curtlo
     Somente para lembrar que esse artigo não é propaganda para nenhuma marca, citei aqui mochilas que vi pessoalmente e/ou que já conheço pois amigos possuem, no meu caso possuo a Caminhada 50 da Trilhas & Rumos (Vide aqui) e uma Crampon Tech 77 que não citei aqui pois no momento da pesquisa a Trilhas e Rumos havia tirado ela do site ok. Espero que esses modelos sirvam de base para as escolhas de vocês, mas lembre-se, mochila é algo bem pessoal, antes de comprar veja, toque, busque informações pois ela será sua fiel companheira de aventuras. um forte abraço e até a próxima!!!

Visite:


Conheça nossa página do Facebook

Venha passear conosco!