segunda-feira, 21 de maio de 2018

Review Mochila Crampon 80 Trilhas e Rumos

Essa é pra quem quer espaço e conforto!

Crampon 80 Trilhas e Rumos, uma cargueira versátil
Foto: Roberto Bessa

     Olá pessoal, essa semana eu trago pra vocês o review de mais uma aquisição aqui do blog, a mochila Crampon 80 da Trilhas e Rumos que vem me impressionando bastante ao longo das vezes que tenho usado ela. Robusta, confortável e bem espaçosa é o que melhor define essa mochila!
Crampon 80 - Foto: Roberto Bessa

     A característica que mais me chamou atenção é o material que ela foi feita, ela é construída de tecido Kodramax II que é bem resistente com um forro interno que me parece ser repelente à água (não quer dizer impermeável, mas sim repelente), me parece ser bem forte e resistente. O espaço interno é outra coisa positiva dela, acomodou muito bem meus equipamentos de trilha e os equipamentos de filmagem e fotografia e sobrou espaço ainda!
Mochila em uma de nossas aventuras
Foto: Roberto Bessa

Crampon 80 na vista do Ventania - Foto: roberto Bessa

     A parte frontal dela conta com um bolso com uma divisão interna, sendo bem amplo e com zipper duplo. Ela possui uma fita reflexível e pontos de amarra que facilitam a vida do mochileiro. Nas laterais além das fitas de compressão, existe um bolso (amplo) e expansível em cada lado. Ainda conta com um bolso em tecido "vazado" em cada lateral para colocar garrafas de água ou algum objeto molhado.

Detalhes - Foto: Roberto Bessa

Mochila com meia carga - Foto: Roberto Bessa
     O acesso interno pode ser feito por cima abrindo a tampa TIC TAC e os cordeletes ou por baixo através de zipper. O espaço interno pode ser dividido em dois compartimentos por um saiote dividindo sua carga pra melhor acomodar e organizar tudo dentro da mochila. A tampa tem três bolsos, sendo dois externos e um interno. O interno é rasinho, ideal para colocar documentos, dinheiro e objetos que você quer deixar bem guardado. Os dois de fora são bem amplos, onde você pode colocar um Anorak, a capa de chuva da mochila (que nesse modelo não vem com um local dedicado à ela), celulares, gps e etc.
Detalhe da tampa - Foto: roberto Bessa

     O costado dela é um outro destaque, diferente da Crampon Tech 77 que mostrei à pouco tempo aqui (clique para ver) essa mochila possui um "esqueleto" tubular e circular o que garante uma rigidez maior e não atrapalha em nada quando você está com ela nas costas. Um outro detalhe é que por dentro existe uma placa rígida que não deixa cargas pontiagudas incomodarem nas costas dando mais conforto. Tanto as alças, quanto a barrigueira e o encosto dela são feitos com uma espuma densa e grossa, isso vai proporcionar uma vida longa maior ao equipamento e também mais conforto para o usuário.
Detalhe do costado e das alças, reparem no bolsinho
Foto: Roberto Bessa
Detalhes do quanto ela é confortável
Foto: Roberto Bessa

     Pra mim essa mochila só tem dois pontos negativos, um deles é não ter um local dedicado somente à capa de chuva, quando comprei ela veio no bolso interno da tampa, mas prefiro usar o espaço para documentos e etc, então tenho colocado ela dentro do bolso externo da tampa junto com meu anorak. O outro ponto negativo é que só fazem ela na cor preta, particularmente esse é o ponto que estou com maior dificuldade de me adaptar, pode parecer bobagem, mas eu viajo muito à pé em estradas de terra, imagina a poeirada na mochila preta, vai ficar linda né (rsrsrs), pelo menos mais duas opções de cores ia bem (tipo cinza e preta ou verde e preta). Fora isso a mochila é perfeita para mochilão, viagens, acampamentos, longas jornadas e etc, não devendo nada à nenhuma marca. 
Pronto pra aventura - Foto: Roberto Bessa

     Espero que tenham gostado e essa postagem possa auxiliar você na escolha de seu equipamento! Sempre falo aqui e volto a repetir, nossos reviews não são comerciais, todos os equipamentos são comprados, nada aqui é ganho portanto todas as opiniões aqui expressas são sinceras, o fato da maioria dos equipamentos serem da "Trilhas e Rumos" é pela minha preferência pela marca pois já a conheço desde os anos 90 e por isso minha preferência pela marca! Espero ter ajudado e espero vocês na próxima postagem! Assista o vídeo para melhor entender a mochila ok!

Mochila Crampon 80 no site da Trilhas e Rumos, clique aqui!

Vídeo:



Apoio Cultural:

Mr Mountain Adventure a sua loja de aventuras!
Curso de fotografia com Roberto Bessa e Thais Teves

terça-feira, 15 de maio de 2018

Alto Ventania

Regressamos ao Ventania e dessa vez de dia para explorar melhor!

Alto Ventania - Foto: Roberto Bessa

     Essa semana subimos no Alto Ventania pra explorar todo seu cume que é bem extenso e nunca tínhamos ido cedo para explorar. Valeu bastante a pena pois avaliamos lugares bons pra acampar e fotografar as estrelas, em breve faremos isso!
Subida - Self: Roberto Bessa

Subida com os cachorros - Self: Roberto Bessa

     Quanto a descrição da subida já relatei anteriormente (clique aqui para ver) e tem o wikiloc caso você queira seguir (clique aqui). Porém você deve tomar um certo cuidado em uns trechos pois com as fortes chuvas parte da montanha veio abaixo, veja no vídeo que fiz descendo de lá!
Castelos do Açu visto do Ventania - Foto: Roberto Bessa

Pico Maior de Magé visto do Ventania - Foto: roberto Bessa

     Chegando no cume onde existe a plaquinha (onde tiramos a foto do topo) fomos explorar para o lado das torres e existem bons pontos de acampamento por ali, vale a pena pernoitar! Paramos para um lanche por ali, admiramos a paisagem e fomos para o outro mirante que existe do outro lado, onde tirei a foto do por do sol da penúltima vez que fui lá.
Alto Ventania - Foto: Roberto Bessa

Ponto de acampamento - Foto: Roberto Bessa

Olhando panorama - Foto: Roberto Bessa

     No mirante aproveitamos para dar mais uma parada, tomar água e admirar a paisagem vista de outro ângulo. Nessa parte também tem um bom lugar para acampar e curtir uma noite estrelada. Desse ponto é possível ver todo o trecho da Travessia Cobiçado x Ventania que pretendo retornar em breve!
Mirante - Foto: Roberto Bessa

Mirante - Foto: Roberto Bessa

Pedras do Mirante do Ventania - Foto: Roberto Bessa

     Depois de um tempo em contato com a natureza, descemos e claro, os cachorros que nos acompanharam foram juntos, um deles acabamos descobrindo o nome, o Hércules, que possivelmente vai te acompanhar caso você vá até essa montanha maravilhosa!
Hércules - Foto: Roberto Bessa

Eu e os amiguinhos de trilha - Foto: Sr Roberto

     Bom pessoal, agradeço à todos que nos acompanham aqui no blog e em nossas redes sociais, espero que tenham gostado e espero vocês na próxima aventura!!!

Vídeo:


Visite:

Clique aqui para conhecer!

Apoio cultural:

Venha fazer um curso conosco!
Mr Mountain Adventure, a sua loja de equipamentos!

terça-feira, 8 de maio de 2018

Pedra de Itaipava

Regresso à essa linda montanha localizada em Itaipava

Pedra de Itaipava vista do Parque Municipal Paulo Tattes
Foto: Roberto Bessa

     Essa semana regressamos na Pedra de Itaipava, pra nossa surpresa a trilha estava muito fechada (nem foi tanta surpresa assim pq a Miriam e o Rafael haviam me falado), eu já descrevi como chegar até a trilha anteriormente (vide aqui) porém encontrei uma trilha alternativa que estava bem melhor pra subir, basta seguir a trilha de captação de água e subir por uma lage de pedra até encontrar uma trilha bem definida acima.
 
BR 040 às 7 da manhã - Foto: Roberto Bessa

Vista subindo - Foto: Roberto Bessa
     A subida é bem íngreme porém nessa nova trilha até que não foi difícil porque estava mais aberta que a original. Levamos um certo tempo pra subir pois a montanha estava bem erodida, talvez por conta das fortes chuvas no início do ano.
Chegada no 1º Cume - Foto: Roberto Bessa

Subida para o segundo cume - Foto: Roberto Bessa

     Chegando no primeiro cume, procuramos a mesma pedra que paramos da última vez, foi difícil encontrar porque a vegetação está bem alta, mas achamos! Fizemos um lanche, e encaramos a subida até o segundo cume, novamente lá em cima a vegetação estava muito alta e preferimos ficar por ali mesmo pois já estávamos pertinho mesmo.
Flor da montanha - Foto: Roberto Bessa

Ponto de parada - Foto: Roberto Bessa

      Regressamos até a pedra no primeiro cume e por ali permanecemos por um bom tempo até retornar ao terminal Itaipava. Uma coisa que eu gosto muito no primeiro cume, é a vista! Não sei porque mas a vista dali pra mim é muito linda, além de dar lindas fotos!
Subida para o segundo cume - Foto: Roberto Bessa
Ines fotografando a crista
Foto: Roberto Bessa

     Pra lembrar, fomos e voltamos à pé do terminal Itaipava até a entrada da trilha, dá apenas 4 Km então acaba sendo mais rápido do que esperar um ônibus que passe por ali (durante o percurso não passou nenhum ok). Bom, espero que tenham gostado desse nosso regresso e espero vocês na próxima aventura!
Lagarta que vimos durante a subida para o
segundo cume - Foto: Roberto Bessa

Flor da montanha - Foto: Roberto Bessa

Vídeo:

Visite:

Visite nosso Canal no YouTube, clique aqui!

Apoio Cultural:

Venha fazer um curso conosco!

Mr Mountain Adventure, a sua loja de equipamentos!

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Cachoeira das Andorinhas

Uma cachoeira escondida no PARNASO:

Cachoeira das Andorinhas - Foto: Roberto Bessa

     Essa semana trago pra vocês aqui no blog a cachoeira das Andorinhas, muitos já ouviram falar porém poucos conhecem por ser pouco divulgada. Na verdade acho prudente não divulgar muito pra não virar point dos modistas, mas enfim vou falar sobre a cachoeira.
Cachoeira das Andorinhas - Foto: Roberto Bessa

     Quem chega no Véu da Noiva consegue chegar na cachoeira das Andorinhas, pois são bem próximas, seu caminho é por pedras, portanto requer um pouco de cuidado e atenção. Mas vale a pena.
Poço e cachoeira das Andorinhos - Foto: Roberto Bessa

     Descrevendo a cachoeira, ela cai entre rochas e é legal notar que existem ninhos de andorinhas atrás da queda de água, e logo quando você chega consegue escutar o canto delas. Tem um poço que é bom pra banho porém próximo à cachoeira parece ser bem fundo, portanto cuidado! Vale ressaltar que também não bate muito sol então um banho ali pode significar passar frio (rsrsrs) ok!
Foto: Roberto Bessa

     No mais, espero que tenham gostado e espero todos na próxima aventura! Não deixem de conferir nosso vídeo do local e quem puder, se inscreva no nosso canal lá no YouTube! Um forte abraço!!!
Mochileiro da América - Foto: Antônio

Vídeo:

Visite:

Clique aqui

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Travessia Cuiabá x Brejal

Uma belíssima travessia que mistura Zona Rural e Trilha 

Trilha Super Bonder - Foto: Roberto Bessa

     Essa semana regressamos à essa travessia que fizemos pela última vez à uns 2 anos atras e eu já estava à muito tempo querendo voltar lá. Dessa vez o tempo colaborou bastante pois não deu aquele sol forte!
Despontar do sol no início da caminhada - Foto: Roberto Bessa

Foto: Roberto Bessa

Foto: Roberto Bessa

     Saímos bem cedo do terminal Itaipava pois quando chegamos lá o ônibus estava esperando, foi só a gente entrar e ele sair logo em seguida. Quando chegamos no ponto final dele (local de início de nossa caminhada) era por volta de 7:25, tomamos um café, tiramos as blusas e 10 minutos depois estávamos começando a jornada! Pegar o sol despontando por trás da montanha foi bem bacana
Foto: Roberto Bessa

Foto: Roberto Bessa

     Bom, o caminho já descrevi aqui antes (vide aqui) agora vou me conter em relatar nossa experiência. A estradinha dessa vez estava mais movimentada o que é sinal que estão voltando à utilizar ela, portanto ande com cuidado porque existem matos altos o que dificulta os motoristas verem você! 
Lanchinho encontrado na estrada - Foto: Roberto Bessa

Estradinha - Foto: Roberto Bessa

     O trecho de estrada é curto, então compensa você parar para lanchar somente no começo da trilha mesmo, é um local mais sossegado e com sombra. Quando se chega à subida que vai para a trilha vale notar o efeito da erosão (compare com as fotos da vez passada), e o "largo" onde o pessoal anda com as motos e jipes também parece ter sofrido com esse efeito.
Ponto de abastecimento de água - Foto: Roberto Bessa

Casinha abandonada - Foto: Roberto Bessa

Subida pra Super Bonder - Foto: Roberto Bessa

Largo antes da trilha - Foto: Roberto Bessa

     Chegando na trilha, você terá pontos de abastecimento de água, fique atento à sua esquerda, aproveite para abastecer o cantil com água gelada que parece ter saído da geladeira. O trecho da trilha é relativamente pequeno, vale lembrar que dessa e da outra vez pegamos o caminho subindo (na única bifurcação dentro da mata), mas o outro caminho vai sair na mesma estrada só que num ponto mais abaixo ok!
Início da trilha - Foto: Roberto Bessa

Foto: Roberto Bessa

     Quando você chegar na estrada basta seguir para sua esquerda e seguir sempre a principal. Durante um bom trecho você verá apenas plantações e grandes sítios, e essa será sua vista até chegar no ponto de ônibus. Falando em ônibus, fique atento ao horário dele, aquela região possui poucas uma única linha (Juriti) e horários bem escassos ok.
Estradinha - Foto: Roberto Bessa

Foto: Roberto Bessa

     Dessa vez infelizmente deu algum problema no celular e não consegui salvar o wikiloc do trajeto, vai ficar para uma próxima, mas seguindo as indicações que relatei da última vez (acesse clicando aqui) não tem errada ok! Espero que tenham gostado e espero vocês na próxima!
Reta final - Foto: Roberto Bessa

Foto: Roberto Bessa

Vídeo:


Visite:

Conheça nossa página no Facebook!
Venha fazer um curso de fotografia conosco! Não perca essa oportunidade!